deneme bonusu porno


Lançamento da coleção “Cultura e Pensamento”, disponível para download

Ocorreu durante o IX Seminário Internacional de Políticas Culturais o lançamento da Coleção Cultura e Pensamento, resultado de uma parceria firmada em 2015 entre o Ministério da Cultura (MINC), por meio da Secretaria de Políticas Culturais (SPC) e da Fundação Casa de Rui Barbosa (FCRB), e a Universidade Federal da Bahia (UFBA), através do Centro de Estudos Multidisciplinares em Cultura (CULT) do Instituto de Humanidades, Artes e Ciências Professor Milton Santos (IHAC). A Coleção tem por objetivo estimular a reflexão contemporânea sobre temas da cultura nacional e internacional, potencializando a discussão sobre cultura e políticas culturais. Ela busca apoiar iniciativas da sociedade e da comunidade cultural, por meio da publicação de estudos existentes e do incentivo ao aparecimento de novos trabalhos.

Cada um dos primeiros três livros da Coleção conta com 10 artigos dedicados aos temas: Direitos CulturaisPolíticas Culturais para as Cidades Políticas para as Artes. Clique abaixo nas imagens para realizar o download das publicações.

1. Direitos Culturais

Organizadores: Francisco Humberto Cunha Filho, Isaura Botelho e José Roberto Severino.

A diversidade de temas, enfoques, perspectivas, formações e territórios é um dos elementos que caracterizam o primeiro volume da Coleção Cultura e Pensamento, voltado aos Direitos Culturais. O conjunto interdisciplinar de análises que integram este volume abordam tanto o aspecto institucional dos estudos jurídicos da cultura, quanto o enfrentamento de problemas reais vivenciados a partir do exercício dos direitos culturais. As temáticas da participação social, da cidadania e da democracia cultural também ganham forte expressividade nos artigos aqui reunidos.
No que diz respeito à dimensão constitucional da cultura, o livro abarca análises da cultura na Constituição Federal, as ausências de normas reguladoras e a institucionalização das políticas públicas de cultura no Brasil. No âmbito dos desafios de implementação dos direitos culturais, a luta por direitos de coletividades é foco das análises, envolvendo o reconhecimento de culturas ribeirinhas, quilombolas, indígenas e de comunidades tradicionais de terreiro, bem como o descompasso existente entre os direitos reconhecidos e os efetivados. ISBN: 978 – 85 – 232 – 1679 – 5.

 

2. Políticas Culturais para as Cidades

Organizadores: Fabio de Castro, Luiz Augusto F. Rodrigues e Renata Rocha.

O segundo volume da Coleção Cultura e Pensamento, voltado às Políticas culturais para as cidades, traz uma grande amplitude de enfoques e aponta para a complexidade que é pensar esses dois campos: as políticas culturais e as cidades. Os capítulos aqui apresentados tratam tanto de políticas locais setoriais quanto da observância reflexiva de políticas nacionais em suas interações federativas. Abordam impactos culturais da produção de espaços contemporâneos regidos pela lógica do empresariamento urbano que tende a gentrificar os territórios impactados por mega-eventos e/ou produzidos prioritariamente pela lógica da atratividade turística. Políticas municipais e a política nacional de cultura são objetos aqui analisados, em especial quanto a desdobramentos territoriais.
Pensar as cidades e as políticas culturais que lhes impactam, e também pensar as culturas e as políticas urbanas que lhes tensionam, ora potencializando-as, ora as inibindo ou quase inviabilizando suas diferentes práticas. Eis o que temos como uma preocupação fundante e fundamental: refletir sobre os territórios e as ações e políticas culturais – tanto as que lhes são levadas quanto as que deles mesmos se aflora.
ISBN: 978-85-232-1680-1.

 

3. Política para as Artes

Organizadores: Anita Simis, Gisele Nussbaumer e Kennedy Piau Ferreira.

O volume três da Coleção Cultura e Pensamento, intitulado Políticas para as Artes, abriga textos que discutem as relações entre políticas culturais e artes, com análises de ações públicas voltadas ao potencial criativo dos cidadãos e propostas de ampliação e diversificação dos tradicionais mecanismos de fomento às artes. A constituição de espaços de participação social e sua contribuição para a organização e articulação política de segmentos artísticos é temática recorrente dentre os artigos deste volume. A situação do fomento às artes no Brasil foi abordada de maneira geral e constante dentre os vários artigos, como foco nas políticas públicas contemporâneas do Brasil. Recortes pontuais de abordagem e análises também foram feitos a partir de olhares focados na situação de segmentos artísticos específicos ou de diferentes dimensões territoriais, como as políticas municipais, estaduais, regionais e até mesmo da cooperação internacional.
Este livro apresenta mais uma contribuição para avançar em um debate que possibilite melhores compreensões das artes com objeto de políticas culturais. Simultaneamente, ao ampliar o diálogo e a troca de experiências, fornece mais subsídios para o desenvolvimento de boas práticas políticas na área.
ISBN: 978-85-232-1681-8.

Share

bakırköy escort ataköy escort avcılar escort ataköy escort avcılar escort bursa escort denizli escort Beylikdüzü escort ankara escort ankara escort maltepe escort Kurtköy escort bahçeşehir escort Ankara escort Ankara escort Sincan escort Beylikdüzü escort Ataşehir escort Kadıköy escort Ataşehir escort izmir escort izmir escort beylikdüzü escort esenyurt escort ankara rus escort demetevler escort çankaya escort ankara escort japon porno izle betboo pendik escort buca escort